Game Design Game Design Document Material Teórico e prático

Técnicas para criação de jogos – Seis chapéus

Técnicas para criação de jogos - Seis chapéus

Olá pessoal tudo ok? Que tal aprendermos uma técnica que pode ser utilizada no processo de criação de jogos? o post Técnicas para criação de jogos – Seis chapéus fala sobre a tecnica dos seis chapéus. Essa técnica auxilia as pessoas a avaliar com propriedade um problema exposto e tomar a melhor decisão possível sobre o mesmo.

A simbologia do chapéu ajuda o pensador a “pôr e tirar” uma atitude de forma deliberada.  Isso faz com que seja possível analisar um problema de várias perspectivas para tomar a melhor decisão.

Técnicas para criação de jogos – Seis chapéus

Criada pelo psicólogo inglês Edward de Bono, a técnica dos seis chapéus tem como objetivo ajudar as pessoas a avaliar com propriedade um problema exposto e tomar a melhor decisão possível sobre o mesmo.

Essa técnica utiliza seis chapéus, o branco, vermelho, preto, amarelo, verde e azul para representar diferentes estilos de pensamento, como informação, intuição, negatividade, esperança, criatividade e controle.

Chapéu Branco

O chapéu branco representa o conhecimento ou a necessidade da obtenção dos fatos, seu uso permite a apresentação da informação (fatos, figuras e dados) de uma forma neutra e objetiva.

Sempre que utilizar o chapéu branco olhe para a informação de que dispõe e veja o que pode aprender com ela, verifique que falhas há no seu conhecimento e tente preenchê-las ou tê-las em conta.

Chapéu Vermelho

O chapéu vermelho foca nos problemas. Seu utilizador deve utilizar intuição, a reação instintiva e a emoção para identificar e apontar os problemas sobre o que esta sendo debatido no momento. Também será importante que tente pensar como é que as outras pessoas irão reagir emocionalmente. Tente compreender as respostas das pessoas que não conhecem as suas razões.

Chapéu Preto

O utilizador do chapéu preto deve olhar para todos os pontos negativos da decisão, verificar o que pode não funcionar e o que pode correr mal. O uso desse chapéu é muito importante, pois o mesmo destaca os pontos fracos de um plano, permitindo eliminá-los, alterá-los ou preparar planos de contingência para combate-los.

Chapéu Amarelo

O chapéu amarelo ajuda-o a pensar positivamente. É o ponto de vista optimista que o ajuda a ver os benefícios da decisão e o valor da mesma.  Procura-se oportunidades e benefícios. Usam se também justificativas e exemplos.

Este chapéu nos conduz a busca deliberada pelo positivo. Os benefícios nem sempre são imediatamente óbvios e precisam ser buscados. Toda ideia criativa merece uma atenção deste chapéu amarelo.

Chapéu Verde

Este chapéu destina-se à criatividade. É aqui que pode desenvolver soluções criativas para um problema. É uma maneira exuberante de pensar, onde há poucas críticas às ideias apresentadas.

Chapéu Azul

Este chapéu representa o controle do processo. Habitualmente este chapéu é utilizado pela pessoa que preside à reunião. Quando se depara com dificuldades devido à falta de ideias, ele pode dirigir a atividade para o chapéu do pensamento verde, quando são necessários planos de contingência, ele pode pedir opinião ao chapéu do Pensamento preto, etc.

Ao usá-lo devemos definir a agenda para pensar, sugerir o próximo passo na sequência de chapéus/pensar e solicitar um resumo, conclusão ou decisão.

Como utilizar a técnica dos seis chapéus

Dependendo da natureza do assunto / problema / decisão, os chapéus podem ser utilizados numa sequência estruturada. Aqui fica o exemplo de uma organização para um workshop típico:

  • Passo 1: apresentar os factos do caso (Chapéu Branco)
  • Passo 2: gerar ideias sobre como o caso poderia ser resolvido (Chapéu Verde)
  • Passo 3: avaliar os méritos das ideias – listar os benefícios (Chapéu Amarelo), listar as desvantagens (Chapéu Preto)
  • Passo 4: obter os sentimentos de todos sobre as alternativas (Chapéu Vermelho)
  • Passo 5: resumir e terminar a reunião (Chapéu Azul).

Sintetizando, o método Seis Chapéus do Pensamento é uma boa técnica para verificar os efeitos de uma decisão, a partir de vários e diferentes pontos de vista. Permite a emoção e o cepticismo necessários àquilo que seria de outra maneira apenas decisões racionais.Abre uma janela de oportunidades para a criatividade dentro da Tomada de Decisões.

Esta técnica também ajuda, por exemplo, a que as pessoas que são habitualmente pessimistas possam ser positivas e criativas. Os planos desenvolvidos através da técnica dos Seis Chapéus do Pensamento serão mais sólidos e resistentes do que se fossem feitos de outra forma. Pode também ser uma outra maneira de o ajudar a evitar erros de relações públicas e despistar boas razões para não seguir determinado caminho antes de já ter começado a andar.

Fontes

Acesse a nossa área de cursos e/ou nosso canal MakeindiegamesBr no YouTube para aprender a desenvolver jogos utilizando as ferramentas Unity, Construct 2 e MonoGame. Participe também do nosso grupo de estudos no Facebook acessando o link https://www.facebook.com/groups/www.makeindiegames.com.br/

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 11.580 outros assinantes

Quer aprender a programar?